AMARRIBO parabeniza a TI pelos trabalhos nesses 13 anos e pela vigilância cidadã.

   Para estreitamento e fortalecimento das relações com entidades que também combatem à corrupção com o dinheiro público, a TI, dia 14 do mês passado, encaminhou cópia da síntese dos 13 anos de trabalhos e ações para a    AMARRIBO BRASIL, parceira da Transparência Internacional.
   Uma semana após, a TI recebe da AMARRIBO a seguinte mensagem que transcrevemos:
   “Prezado Wander e membros da Transparência Itajubá, parabéns pelos trabalhos nesses 13 anos e pela vigilância cidadã que fizeram e tiveram resultados. Consolidar todas essas ações é muito importante, porque conseguimos ver quanta coisa foi feita, quanto se avançou, mesmo que não seja na velocidade que gostaríamos.
   Grande abraço:
   Lizete Verrillo
   AMARRIBO BRASIL” Leia mais

TRANSPARÊNCIA NA TRIBUNA EM 11-09-2017

   Boa noite a todos, meu nome é Wander Rodrigues Machado, e sou o atual Presidente da ONG Transparência Itajubá.

   Foi entregue a cada vereador, antes da minha fala, um RELATÓRIO CONTENDO :

    __ Todos os documentos que comprovam a regularidade da Transparência Itajubá.

   __ Os dispositivos legais que garantem o acesso à informações e

    __ Uma coletânea dos casos mais emblemáticos que demonstram a importância da nossa atuação.

   Optamos por entregar tudo  agora, junto com nossa fala, porque nos pareceu mais lógico. Mas os documentos  comprovando que a TI não é uma organização secreta nem clandestina, estão prontos desde o dia 28 de julho, ou seja, logo após termos recebido o convite para comparecer a esta tribuna. Como a TI nada tem a esconder, cá estamos : Leia mais

Transparência Itajubá comemora 13 anos e realiza Assembleia Geral Ordinária.

   No último dia 20, a Transparência Itajubá-TI completou 13 anos de existência. Foi criada em 20-09-2004. Foram seus fundadores, por ordem alfabética: Almir Fernandes, Celem Mouallem, Douglas Ferreira, Geraldo Nogueira Arcanjo, Joel Machado Braga (Falecido), José Henrique Faria Jacarini, José L Mafra, Luiz Antonio Dias Santiago, Luiz Gonzaga Pereira Braga, Maria Heleny Abreu Braga, Maria Isabel Faria Jacarini (Falecida), Moacir Pereira da Silva, Paulo Sérgio Ribeiro Alves e Wander Rodrigues Machado.

   Durante esses 13 anos, muitos trabalhos e ações foram realizados. Muitos frutos foram colhidos, principalmente com relação ao aspecto educativo. Ou seja, a não repetição de malfeitos da mesma natureza ou de natureza similar. Houve casos da necessidade de recorrer ao Ministério Público, como também de julgamentos no Tribunal de Justiça. Houve condenação de réus, direitos políticos cassados e devolução de dinheiro aos cofres públicos. Alguns milhões de reais foram economizados. E ainda há pendências em andamento nessas duas instituições. Leia mais

Corpo de Bombeiros, Igrejas e Polícia Federal são as instituições em que o povo mais confia, diz o ibope.

   De acordo com a pesquisa Ibope divulgada dia 28 do mês passado, em que o Índice de Confiança Social (ICS), que vai de 0 a 100 pontos, a confiança dos brasileiros no presidente da República ficou em 14 pontos neste ano, contra 30 pontos há um ano, o que coloca o presidente na lanterna do ranking de confiança formado por 20 instituições.

   Ao mesmo tempo, a confiança no governo federal também registrou queda acentuada de 10 pontos, ocupando a 17ª colocação no ranking.

   Já a confiança dos brasileiros no Congresso Nacional e nos partidos políticos sofreu pequena variação, mas partindo de uma base já bastante baixa. Enquanto o Congresso foi de 22 para 18 pontos, as siglas partidárias foram de 18 para 17. Elas ocupam a 18ª e a 19ª posição no ranking, respectivamente. As eleições e o sistema eleitoral ocupam, de acordo com a pesquisa, a 16ª posição na confiança dos brasileiros, com 35 pontos.

   De acordo com o Ibope, o Corpo de Bombeiros é a instituição que mais tem a confiança dos brasileiros, com 86 pontos, liderança que ocupa pelo menos desde 2009, uma alta sobre os 83 pontos do ano passado.

   Em segundo lugar aparecem as igrejas, com 72 (antes 67), seguidas pela Polícia Federal, com 70 (antes 67), e pelas Forças Armadas, com 68 (antes 65). As escolas públicas ocupam a quarta posição, com 63 pontos, seguidas pelos meios de comunicação, com 61.

   A boa posição da PF no ranking se dá em meio a seguidas ações da operação Lava Jato. Em contraste, outras duas instituições que têm recebido destaque por conta da Lava Jato, o Ministério Público e o Judiciário, ocupam apenas as 11ª e a 12ª posições, respectivamente com 54 e 48 pontos.

   No geral, o ICS medido pelo Ibope ficou em 52 pontos em 2017, praticamente sem alteração em relação aos 51 pontos registrados no ano passado.

   O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre os dias 13 e 19 de julho e a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 

Fonte: JCNET.com.br

A DIRETORIA

94% dos eleitores não se veem representados pelos políticos, diz pesquisa.

   A pesquisa publicada, dia 13 deste mês, pelo Instituto Ipsos diz que 94% dos eleitores não se veem representados pelos políticos que estão no poder.

   Esse levantamento confirma a rejeição generalizada dos brasileiros à classe política, independentemente de partidos, e ao atual sistema político-eleitoral. Mostrou ainda um dado preocupante: só metade dos entrevistados defende a democracia.

   Segundo o Estadão, o percentual dos que se consideram representados pelos atuais políticos caiu nove pontos percentuais desde novembro e chegou a irrisórios 4%. Um terço das pessoas ouvidas declarou que o regime democrático não é a melhor opção para o País. A taxa de apoio ao modelo brasileiro de democracia é de 38%. Mas 47% discordam. De acordo com a pesquisa, 74% são contra o voto obrigatório.

   Já 86% disseram que não se sentem representados por aqueles políticos nos quais já votaram. A crise de representatividade atinge fortemente as legendas partidárias: 81% avaliam que “o problema do País não é o partido A ou B, mas o sistema político”. A desigualdade social e econômica também pesa na avaliação dos entrevistados pelo Ipsos: embora 96% afirmem que todos devem ser iguais perante a lei, somente 15% consideram que essa regra é respeitada no Brasil. Nove em cada dez eleitores entendem que, se não fosse a corrupção, o Brasil poderia ser um “País de primeiro mundo”.

    A pesquisa do Ipsos faz parte de um levantamento chamado Pulso Brasil, feito mensalmente desde 2005 para monitorar a opinião pública sobre política, economia, consumo e questões sociais.

   Há várias razões para que os eleitores não se sintam representados pelos políticos nos quais votaram. A última presidente eleita sofreu impeachment, denunciada por crime de responsabilidade. O seu vice, Michel Temer, atual presidente, foi denunciado por corrupção pela Procuradoria-Geral da República. Embora a decisão tomada na Câmara dos Deputados tenha rejeitado o pedido de autorização para abertura da ação penal, a investigação poderá ter sequência, quando o mesmo deixar o mandato.

   O senador Aécio Neves, que disputou o segundo turno na eleição de 2014 para presidente do País, também foi denunciado por corrupção.

   Conforme levantamento do “Congresso em Foco”, publicado em 29/03/2017, pelo menos 155 dos 513 deputados devem explicações não só ao eleitor, mas também à principal corte do País, responsável pelo julgamento de processos contra parlamentares federais e outras autoridades. Em todos os estados há congressistas com pendências no Supremo Tribunal Federal (STF).  É sabido também que mais da metade dos 81senadores está sob investigação no STF.

   No interior, temos assistido prefeitos e vereadores sendo condenados e até presos por corrupção. E há também a indignação de eleitores com parlamentares, que pregam a representatividade, mas que votam contra a vontade do povo em benefício de seus interesses particulares.

   Realmente, a citada pesquisa confirma o elevado índice de descrédito dos eleitores com os políticos que ocupam o poder.

Fonte: CONGRESSO EM FOCO

A DIRETORIA

Transparência Itajubá lamenta o falecimento de seu Vice-Presidente

   Dia 12 deste mês, faleceu precocemente Romeu Octávio Corrêa Kleinsorge, Vice-Presidente da Transparência Itajubá-TI.

   Romeu, durante muitos anos, foi sempre um de seus membros mais atuantes.

   Sua determinação, coerência e firmeza no combate à corrupção contribuíram, em muito, para o fortalecimento dessa associação de voluntários, que teve o privilégio de contar com ele como um de seus associados.                                                                                                                   

   A Transparência Itajubá-TI lamenta muito a perda desse seu guerreiro. Acreditamos que será uma grande perda também para a cidadania em Itajubá.

   Romeu, além da seriedade e discrição demonstradas nos trabalhos da TI, tratava seus pares com respeito e lealdade.

   E felizes foram todos aqueles que puderam conviver com ele e desfrutar de sua amizade sincera.

   Ao Romeu, “in memoriam”, as homenagens eternas da Transparência Itajubá.

   Aos seus familiares os nossos mais profundos sentimentos. Que Deus lhes conforte e dê muita força para superar momento tão difícil.

A DIRETORIA

Itajubá pode voltar a ter 10 vereadores (III)

   Está em tramitação na Câmara Municipal o projeto 076/2017 para que, se aprovado, Itajubá volte a ter 10 vereadores.

   Assinaram esse projeto os vereadores Antônio R. Santi, Jorge Andrade, José Francisco Marques, Marcelo Krauss, Mônica Chaves e Ricardo Zambrana. Para sua aprovação são necessários 12 votos a favor.

   Este é o terceiro de uma série de três artigos, publicados nesta coluna, sobre o título acima. No primeiro deles, comentamos a forma acintosa com que vereadores, da gestão 2013-2016, atropelaram a vontade de 91,4% da população itajubense – segundo pesquisa da UNIFEI-JR – contrários a 17 vereadores na Câmara e mantiveram o aumento para 17 cadeiras. Leia mais

Itajubá pode voltar a ter 10 vereadores.

   Foi protocolado na Câmara Municipal de Itajubá o projeto 076/2017 para que, se aprovado, nosso município volte a ter 10 vereadores.

   Assinaram esse projeto os vereadores Antônio R. Santi, Jorge Andrade, José Francisco Marques, Marcelo Krauss, Mônica Chaves e Ricardo Zambrana. Para sua aprovação são necessários 12 votos a favor.

   Vamos recordar:

   A Câmara Municipal de Itajubá, até a gestão 2013-2016, era composta de 10 vereadores. Entretanto, em 2013, com um mês de mandato, numa sessão extraordinária, numa quinta-feira da semana do Carnaval, um dos primeiros atos dos vereadores, da gestão 2013-2016, foi votar o aumento do número de cadeiras para 17. Ou seja, agindo para que o povo não soubesse, 08 vereadores romperam com o voto de confiança de seus eleitores. Esses vereadores foram Fernando Gonzaga do Luizão, Joel da Guadalupe, Prof. Rui Martins, Robson Vaz, Sebastião Silvestre, Wilson da UTEL, Valdomiro do Bar e Zé Maria Bão. E fizeram isso mesmo com a Câmara lotada de pessoas contrárias ao aumento do número de vereadores para 17.

   Democracia representativa  é uma forma de governo em que o povo elege representantes para defender, gerir, estabelecer e executar todos os interesses da população. Em seu sentido etimológico, a democracia é um modelo de governo em que a soberania é exercida pelo povo.

   A pesquisa realizada pela UNIFEI-JR mostrou que 91,4% dos itajubenses eram contrários a 17 vereadores na Câmara, e mesmo assim a emenda aumentando o número de vereadores para 17 foi mantida.

   Bom, o troco foi dado nas urnas. Aqueles que desrespeitaram a vontade do povo – e aprovaram o aumento para 17 vereadores – sofreram uma grande derrota nas urnas. Teve vereador que perdeu mais de 80% dos votos com relação à eleição anterior. Quem perdeu menos perdeu 43%. Dos 08 deles, 05 não foram reeleitos. E mesmo os três que se reelegeram tiveram significativa queda no número de votos, comparando com a eleição de 2012.

   Semana que vem, traremos mais detalhes sobre esses fatos que indignaram bastante os itajubenses. E que, com certeza, esperam que a Câmara de Itajubá volte a ter 10 vereadores.

A DIRETORIA

Posicionamento da TI sobre a sentença do processo referente a contrato firmado entre a Câmara Municipal e a Dial Produções Ltda

   O processo decorrente da Ação Civil de Responsabilidade por Ato de Improbidade Administrativa com Restituição aos cofres públicos de valores gastos indevidamente, apresentada, em dezembro de 2011, pela Promotoria de Itajubá, em face da Dial Produções Ltda. e dos ex-presidentes da Câmara Municipal de Itajubá – Sr. Rodrigo Imar Martinez Riera e Sr. João Vitor da Costa – finalmente teve desfecho. A  Ação trata do valor de mais de R$ 420.000,00 pagos pela Câmara Municipal a Dial Produções Ltda., por intermediar serviços de transmissão das reuniões e de programas de rádio da Câmara Municipal, no período de junho de 2006 a outubro de 2008. Em sua sentença, dada em abril deste ano, o juiz da 2ª Vara Civil da Comarca de Itajubá, Dr. Selmo Silas de Souza, absolveu todos os réus e concluiu não haver ressarcimentos de danos ao erário. O promotor Público da Comarca de Itajubá, Dr. Luiz Maurício Ohara Ramirez, recorreu da sentença. Leia mais

RELATÓRIO DE GASTOS COM DIÁRIAS DE VIAGENS DOS VEREADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ---- PERÍODO DE 16-01 A 06-04-2017 ----

CLASSNOMESCUSTOSQUANTIDADE VIAGENSDESTINOSPORTARIASOBSERVAÇÕES
01MÔNICA C. VIEIRA CHAVES 7.705,24 06BRASÍLIA- BELO HORIZONTE- ILHA
BELA- SÃO PAULO- POUSO ALEGRE
019 – 045 – 050 –
058 -062 – 077
INCLUÍDAS DESPESAS COM ASSESSORA
E MOTORISTA
02WILSON BATISTA6.761,5406BRASÍLIA- BELO HORIZONTEPOUSO
ALEGRE
019 – 026 – 045 –
050 -068 – 085
INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
03JORGE ANDRADE 6.292,52 (2)03 BELO HORZONTE- POUSO ALEGRE 022 – 047 – 083INCLUÍDAS DESPESAS COM ASSESSOR E
MOTORISTA
04JOSÉ MARIA SILVA5.943,8305BELO HORIZONTE- POUSO ALEGRE015 – 022 -041 –
063 – 085
INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
05SEBASTIÃO SILVESTRE5.723,5001BRASÍLIA069INCLUÍDAS DESPESAS COM ASSESSOR E
MOTORISTA
06MARCOS PEREIRA 4.967,37 03 BRASÍLIA- BELO HORIZONTEPOUSO
ALEGRE
018 – 050 – 060INCLUÍDAS DESPESAS COM ASSESSOR E
MOTORISTA
07JOEL CARLOS DE ALMEIDA3.992,02 02 BELO HORIZONTE- SETE LAGOAS043 – 078INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
08JOSÉ VLADIMIR DOS SANTOS2.268,00 03 BELO HORIZONTE- DELFINÓPOLISPOUSO
ALEGRE
024 – 027 – 071INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
09JOSÉ FRANCISCO MARQUES 1.901,1101BELO HORIZONTE048INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
10FABRÍCIO OLIVEIRA MACHADO945,0001BELO HORIZONTE061INCLUÍDAS DESPESAS COM MOTORISTA
11RENATO MORAES567,0001BELO HORIZONTE027_______________
12CARLOS E. CORRÊA MOLINA 189,00 01POUSO ALEGRE 021_________________
TOTAL GERAL 47.256,13 333
OBSERVAÇÕES : 1- No período considerado não constam viagens dos Vereadores Antonio Raimundo Santi, Dr. Kener Maia, José Floriano, Marcelo Krauss e
Ricardo Zambrana. 2- O Vereador Jorge Andrade disse, na Sessão de 10-04, que devolveu R$ 1.324,00 (sobra das diárias de suas viagens).
3-As despesas com motorista foram rateadas entre os vereadores, que viajaram com a mesma portaria.